O meu blog.... Baby Love
Este cantinho é dedicado a todas as mães, pais, grávidas, avós e todos aqueles que vivem no "mundo dos bébés".

O blog aborda assuntos tais como saúde, comportamento, educação, sentimentos, gravidez, curiosidades e muito muito mais....

Aceitam-se sugestões, ideias e crónicas.

baby.love@sapo.pt


quarta-feira, 30 de maio de 2007

Doutores Palhaços

Sentado na cama, Hugo arrumava, calmamente, as peças de legos com que estivera a brincar. Sozinho no quarto, decidira, momentos antes, não dizer palavra e o ar carrancudo, que fazia questão de mostrar, afastava tentativas de conversa. Pouco tempo depois,
Hugo mantinha-se calado. A expressão do rosto, porém, era diferente.
Havia um sorriso. Grande, franco, grato. O trabalho dos "doutores palhaços" estava, mais uma vez, conseguido.
A boa disposição também ajuda a curar. Porque faz esquecer, por minutos, o sofrimento e alivia alma. Há um ano que as terças-feiras no serviço de Pediatria do Instituto de Oncologia do Porto (IPO) causam alguma agitação.
É o dia da dupla de profissionais da "Operação Nariz Vermelho" levar alegria ao 12º andar, tornar diferente o ambiente nas 27 enfermarias e procurar que a palavra "esperança" venha à mente.
Como força.Para seres humanos"Os hospitais são lugares onde há medo. Os pacientes têm medo do diagnóstico, os enfermeiros têm medo de falhar e até os médicos têm medo de não serem Deus. Apesar disso, os hospitais não precisam de humanização. São feitos por seres humanos para seres humanos.
A "Operação Nariz Vermelho" existe para lembrar isso e para levar um pouco do ridículo que valorizamos", disse, ontem, Beatriz Quintella, mulher-palhaço, parte do trio fundador de uma ideia abraçada por oito hospitais do país.
No Porto, só o IPO abriu as portas. Um ano depois, o presidente do Conselho de Administração, Artur Osório, mostrou que "valeu a pena apostar". "Correu muito bem esta operação", disse, contagiado pela alegria dos palhaços presentes.
Depois, mais sério, considerou que a qualidade do serviço de Pedriatia do IPO passa por sorrisos, que "trazem, sempre, esperança e optimismo, e valem mais do que medicamentos".Beatriz Quintella diz, no entanto, que para que "este surto de sorrisos seja possível" é preciso grandes doses de dedicação e algumas receitas (financeiras) para que "o desafio cresça, formando-se mais palhaços e aumentando o número de visitas a crianças e a instituições".
O entusiasmo com que o projecto foi recebido no Porto leva a mulher-palhaço (que, lado a lado com Bárbara Ramos Dias e Mark Mekelburg lançou a ideia) a desejar alargar a participação no IPO. "Por ora, é um pouco complicado.
Mas estamos a encarar essa hipótese com seriedade", sublinhou.Também a possibilidade de alternar os dias das visitas está a ser equacionada.
É que há crianças a reclamar "um abraço" aos "palhaços doutores".

Operação Nariz Vermelho - http://www.narizvermelho.pt/

Oficialmente constituída no dia 4 de Julho de 2002, a Operação Nariz Vermelho surge de um projecto experimental de Beatriz Quintella, Mark Mekelburg e Bárbara Dias iniciado em 2001, com o objectivo de realizar visitas às pediatrias dos hospitais. Assumindo-se como uma Associação de Apoio à Criança, sem fins lucrativos, os três fundadores iniciaram um programa de visitas semanais a três hospitais. Com cada vez mais colaboradores, a operação actua hoje em oito hospitais.
Depois de acompanharmos o profissionalismo e entrega dos Drs palhaços, resta-nos desejar que a Operação Nariz Vermelho continue a percorrer os hospitais portugueses, levando um sorriso de esperança a todas as crianças.

Sem comentários:

Volte sempre

Volte sempre
E comente...